14 de nov de 2009

Quando estou só, presa na minha solidão... Juntando pedaços de mim que caíam ao chão Juro que às vezes nem ao menos sei, quem sou. Talvez eu seja uma tola, Que acredita num sonho... Na procura de te esquecer... Eu fiz brotar a flor... Para carregar junto ao peito... E crer que esse mundo ainda tem jeito... E como princesa sonhadora... Sou uma tola que acredita ainda no amor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer que os outros compreendam o que jamais entenderei.[ C.L ]