5 de jun de 2010

Sinto falta de alguém ...

Eu me reergui e criei muros altos no meu coração para ninguém conseguir ultrapassa-los, não vou negar que as vezes eu tenho vontade de encontrar alguém que consiga quebrar essas paredes e ocupar esse vazio, quando paro para ouvir o que existe através desses muros eu não ouço nada só existe um grande silencio por não ter ninguém ali.


Sinto falta de alguém que entenda o meu jeito e minhas manias, alguém que fique em casa comigo em um dia chuvoso, em um domingo a tarde, que repare no jeito em que eu folheio as páginas de um livro. Que não repare os meus dedos tortos, não saiba o que eu fiz contra mim mesma por amar demais um outro alguém no passado, que não critique o meu vicio por tempero de miojo, a mania de abrir o lanche e tirar um monte de coisas, nem a maneira obecessiva com que eu como brigadeiro quando estou irritada.

Que repare que eu sempre escolho o numero 5, que apesar do numero 5 ser impar eu sempre deixo o volume da TV em números pares. Alguém que consiga ler o meus olhos quando estou em silencio, que não ria da minha mania de comer comida e tomar refrigerante antes de ir para a escola. Alguém que leia o que eu escrevo, que não se importe de assistir comigo aqueles filmes melosos que eu gosto, não se assuste com os tipos de musicas que eu ouço, que não ache um absurdo quando eu compro um monte de roupas e não uso. Alguém para mim contar, meus sonhos, planos e tristezas. Que seja a minha paz, que tire a minha paz, que me faça coisas inesperadas, que chegue na minha casa de surpresa e me tire de lá, que cause brigas, me deixe nervosa, me faça sorrir, me faça chorar e depois com um abraço me faça esquecer de tudo, me corrija quando eu estiver errada e ao mesmo tempo me apoie. Que não se importe com as minhas crises de ciumes, não estranhe o fato de muitas vezes eu não ligar, tem dias que eu nessecito ficar sozinha e tem dias que eu preciso de alguém. Não procuro alguém perfeito, só queria alguém que me aceitasse como eu sou, mais eu cansei de procurar e esperar por esse alguém e isso fez com que eu desacreditasse na existência do amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer que os outros compreendam o que jamais entenderei.[ C.L ]