18 de set de 2010

Definitivamente --'

Eu já não sou o mesmo de antes, eu era feliz, eu sorria átoa, brincava, olhava o mundo com os olhos de uma criança inocente. Eu saia, eu cantava belas canções, me sentia livre, tinha poucos, mas grandes amigos, acreditava em amor de novela, onde no fim todos viviam felizes para sempre, acreditava que iria viver um amor de cinema, tudo era mais lindo e colorido... Hoje eu já não sei dizer se sou feliz, talvez eu seja e não tenha percebido ainda, meu sorriso é forçado, fiquei marcado... Vejo o mundo diferente, sinto medo, me sinto inseguro, já não consigo me sentir livre, é como se eu vivesse preso naquilo que insisto em sentir, vivendo um sonho que mais parece um pesadelo, já não acredito na frase: “Felizes para sempre”, amor de cinema? Não passa de uma grande ilusão, tenho achado quase tudo feio e sem cor, talvez eu esteja chato demais, passei a viver assim depois de descobrir o que é “Amar”, um sentimento tão lindo que também é capaz de destruir uma pessoa pordentro quando não é valorizado e correspondido de forma sincera. Não brinque com o amor que alguém possa a vir sentir por você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer que os outros compreendam o que jamais entenderei.[ C.L ]