1 de nov de 2010

Limito sentimentos do meu peito, por não ter que passar por passados negro; limito sentimentos para não poder sentir a dor correr entre as veias, o vazio invadir e nada, nada construído persistir, limito minha vida ao extremo por saber que no próximo não vou conseguir seguir adiante e voltar a sorrir; porque eu sei que só entenderá essas palavras que aqui escrevi aqueles que carregam marcas que é impossível inexistir, aqueles que sentem na pele, na alma, na vida a dor que sinto por dias e dias a seguir…

2 comentários:

  1. Nossa!Eu entendi,e entendo.Tenho mts marcas,e as levarei cmg pelo resto de minha vida,como todos,que possuem uma.O importante é saber que conviver com elas,sem medos,nem traumas,ou rancor.A vida é assim mesmo,sempre deixa marcas.
    Elas fazem parte de quem somos e o que fizemos,é um passado que fica,gravado no presente.
    *Adorei teu blog.-seguindo..quando puder de uma passadinha no meu bjos!

    ResponderExcluir

Quer que os outros compreendam o que jamais entenderei.[ C.L ]