14 de nov de 2010

O amor é o ridículo da vida, a gente procura nele uma pureza impossível!

Uma pureza que está sempre se pondo, indo embora.
A vida veio e me levou com ela.
Sorte é ser abandonado e aceitar essa vaga idéia de paraíso que nos persegue, bonita e breve como borboletas que só vivem 24 horas.

 Morrer não dói.

3 comentários:

  1. Verdade,morrer não doí,o que doí e´viver.
    beijinhus.♥

    ResponderExcluir
  2. O que doi é sermos mortais é ser ser humano é ter sentimentos é apostar demais as vezes no zero.
    beijos
    boa semana

    ResponderExcluir
  3. É, isso que é complicado.

    Obgs pelos coment's meninas :)

    ResponderExcluir

Quer que os outros compreendam o que jamais entenderei.[ C.L ]