6 de fev de 2011

Um dia não há de mudar uma vida
24 horas não são suficientes pra sanar a ferida
Alguns minutos não te tornam bom o bastante
Luzes e barulho não trazem mais sorte
Abraços sem conforto
Planos sem esboço
Qualquer luz, nenhum poço
Passos e agitação nas ruas
Paz alguma
Mentes e suas sinas
Fadadas a vagar pelas esquinas
Álcool e nicotina
Vão, são, estão
Em meio à solidão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer que os outros compreendam o que jamais entenderei.[ C.L ]